terça-feira, 31 de janeiro de 2012

1

POEMA ESTÉTICO


Preciso urgentemente de um poema estético,

eliminar a gordura localizada da palavra,

depilar o verbo e limpar a pele da poesia!


Necessito impreterivelmente de uma rima cirúrgica,

da assepsia do olhar sistólico,

laquear o peito lacerado!


Careço remover os resíduos de ossos triturados na medula da saudade,

suturar a deiscência da canção.

Uma incisão limpa no músculo entremeado de versos,

cujas paredes bombeiam ausências.


Por fim, a cicatriz imóvel e cintilante,

com o traço fino da pena.



*********


1 Comentário

00performer

muito sintomático!!!!!ual!