sábado, 5 de maio de 2012

2

Pezão - Pero No Mucho

O Pé Grande não me era estranho, ouvia falar dele desde a infância, e sabia que morava em algum lugar da floresta que envolvia minha casa. Mas eu, apesar de tudo, achava aquilo uma grande besteira — até que comecei a ouvir os urros. Não liguei muito no começo, confesso, mas a barulheira começou a ficar tão insuportável que resolvi sair pra investigar. Quanto mais eu entrava na floresta, mais altos ficavam os urros. Pela primeira vez, então, senti medo. Talvez fosse verdade, enfim, aquilo que ouvira durante toda a vida. Quando finalmente o avistei, a sua figura não me pareceu nada assustadora — e todo o meu temor se foi: bem à minha frente estava o monstro peludo, e o motivo dos urros se devia ao seu esforço descomunal para enfiar no pé um, pasmem!, sapatinho de cristal! Saí dali o mais rápido possível, não mais com medo da fera, mas sim de que ele resolvesse fazer, de mim, o seu príncipe encantado.

 Publicado originalmente aqui: TerrorZine 25

2 comentários

andre albuquerque

Criativo, hilário ; parabéns,André

Claudio Parreira

Valeu, André!!!