sexta-feira, 19 de abril de 2013

2

RAPSÓDIA - JANDIRA ZANCHI



são tantos os murmúrios da noite
suas insanidades de lá e fá
seus arquejos de estilos e rodeios
quando se desfaz – quase soturna –
de seu baile de máscaras
que – tremida dessas vertigens -
faço crescente e rapsódia
em um único solo 
violoncelo de bar e fundo
nos costados de suas estrelas.

2 comentários

Marcia M

Olá amiga,
Um cantinho tão especial e eu ainda não conhecia. Já valeu mudar o meu perfil para o google +, onde "descobri você". Recebo vc como participante do Alô Videosfera, com muito orgulho! Obrigada por participar do Google Friend. Bj, Ramana

Jandira Zanchi

Oi, obrigada, mas ainda não conheço o site. Vou visitar.