sexta-feira, 1 de maio de 2015

0

MANIFESTOS - JANDIRA ZANCHI

Ilustração: Tiziano Giurco



não orquestro sons  para o olho do horizonte
apenas os quero úmidos talhados de marfim
          - sem mácula ou maresia –
comprimidos na boca da noite
alvoroçados de manhãs e manifestos

margeados nessas brumas findas vindouras
luz e vento 

alma furtiva de um dia sem brancos.


JANDIRA ZANCHI

Seja o primeiro a comentar: