sábado, 24 de maio de 2014

2

CHUVESP



Atento à situação dramática pela escassez das chuvas, o Governo do Estado faz sua parte para minimizar o sofrimento da coletividade.

Caminhada "São Paulo clama por São Pedro"
Pretendemos reunir na Praça da Sé pelo menos dois milhões de pessoas neste grande manifesto cívico paulistano, ocasião em que marcharemos de braços dados clamando por torós infindáveis sobre a Cantareira.

Ovos de Santa Clara
Todas as cestas básicas dos funcionários públicos estaduais terão o acréscimo de uma dúzia de ovos. Na caixa, um livretinho com instruções mostrará como fazer com segurança e fé oferendas diárias a Santa Clara. Um capítulo especial abordará a colocação dos ovos em sacadas de apartamentos, sem riscos aos transeuntes nas imediações. Esperamos que a iniciativa privada siga o exemplo do Estado e incorpore também os ovos nas cestas de seus colaboradores.

Mulheres Solidárias
Nossa primeira dama, muito religiosa, terá também tarefa árdua na saga paulista pelo retorno das águas. Reunirá um total de quatorze influentes amigas, na Daslu, para rezarem um terço pela recuperação de nossas agonizantes reservas hídricas.

Dança Estadual da Chuva
Afixaremos cartazes em pontos de grande concentração de populares, com os passos da referida dança. Professores de educação física da rede estadual estarão a postos para orientar os interessados. Mesmo que cientificamente seja impossível atestar sua eficácia no incremento dos índices pluviométricos, não custa tentar.

Operação re-banho
Embora possa sugerir alguma ação da Secretaria de Agricultura do Estado, não se trata de nada ligado à pecuária. A ideia desta operação é que a água que iria para o ralo após o banho de cada um seja coletada por uma bacia sob os pés do indivíduo, para reutilização por outro membro da família.

Programa banho luminoso
Muitas das cidades paulistas possuem fontes luminosas em suas bucólicas praças. A água das mesmas, como é sabido, fica indo e voltando indefinidamente pelos chafarizes e bicos aspersores. É um gesto de cidadania aproveitá-la, seja para banhar-se ou encher panelas para o preparo de comida. Adicionalmente, o cidadão pode tirar fotos com fantásticos efeitos de luz para postar nas redes sociais.

Projeto Chora Santa
Quarenta ônibus da Secretaria de Turismo do Estado levarão romeiros munidos de canecas até Louveira, no santuário da santa que chora. Havendo derramamento do precioso líquido, este será coletado e solidariamente despejado pelos fiéis no Rio Piracicaba, quando da volta da excursão.

Picaretagem coletiva
A Secretaria de Esportes do Estado distribuirá picaretas entre os lavradores paulistas, promovendo assim um duplo benefício social: enquanto eles mantêm a forma física dando picaretadas no solo, muitos poços artesianos poderão concomitantemente ser abertos.

Panelaço
Sabemos que a água, quando aquecida, transforma-se em vapor, que por sua vez forma as nuvens que fazem chover. Assim, não custa cada um colaborar e botar água para ferver na cozinha de casa. Oportunamente comunicaremos pelos meios de comunicação de massa o dia e horário em que as panelas com água deverão ser fervidas simultaneamente nas residências. Se frustrada a tentativa, recomendamos desde já que a água remanescente nos recipientes seja sabiamente reutilizada.


© Direitos Reservados


2 comentários

Sônia Pillon

Ironia fina em forma de literatura! Gostei, parabéns!

Marcelo Pirajá Sguassábia

Muito obrigado, Sônia! Um grande abraço.