quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

3

ÉS TU - MÚSICA E POESIA...

Quando estou contigo uma poesia inquietante e avassaladora me invade...


Quanto estou contigo uma poesia inquietante e avassaladora invade-me e vai deslizando pelas minhas veias... transportando-se por todo ar.

São tuas mãos que num entalhe preciso escrevem pelo meu corpo, através das palavras esquecidas em um mantra de amor no poente.

Quando estou contigo corre-me uma música doce a evidenciar ao mundo nosso encontro que materializa-se entre celos e harpas.

E, assim, invadimos e preenchemos todos os espaços vazios e nos pintamos, corpo e alma, com as cores particulares de nós dois.

As letras - um poema indefinido - são os movimentos dos nossos passos sem nos preocuparmos com qualquer direção...

A melodia - nossos sorrisos - voando absorta e leve, pelas amplidões de um universo mais que infinito, sem arco-iris ou horizontes, mas tão perfeito quanto o próprio paraíso.

Dentro de ti tons a construirem sinfonias inteiras... árias de amor... versos a espalharem ventanias de fogo.

Porque quando estou contigo, uma orquestra propaga mágicas notas e o poeta de ti sublinha as mais delicadas sílabas, porque és tu música e poesia a consumir-me no mais absoluto prazer, pois há um encantamento, quando estou contigo, abraçada a uma clave de sol.

Imagem Google

3 comentários

Alice às avessas


Boa tarde!
Perfeito o teu poema, parabéns!
Alice.

Ghost e Bindi

Oi Malu, é o amor...lugar e sentimento que se encontram poesia e música, como uma sinfonia que nos faz dançar ao som das batidas do coração.
Parabéns, amiga.

Ghost e Bindi

ALUISIO CAVALCANTE JR

Querida amiga

Que neste Natal,
diante das pessoas que amamos,
possamos ofertar a elas,
o melhor presente
que desejassem receber:
Nossa vida...
Nosso carinho...
Nosso coração.

Para quem crê na vida,
Natal se faz a cada dia.
Que assim seja o Natal
Em tua vida.

Aluísio Cavalcante Jr.